O DISCÍPULO RADICAL - 19/12/2017



O DISCÍPULO RADICAL

John Stott escreveu o livro O discípulo radical, onde destaca-se oito características do discipulado cristão.

Recomendo a leitura deste livro para todas as idades, se você deseja levar a sério o discipulado.

As oito características do discipulado cristão são: Inconformismo, Semelhança com Cristo, Maturidade, Cuidado com a Criação, Simplicidade, Equilíbrio, Dependência e Morte.

A primeira característica que trata do inconformismo leva-nos a pensar no que Paulo disse aos Romanos no capítulo 12.2. “Não vos conformeis com este século, mas transforma-vos pela renovação da vossa mente”.

O que Paulo queria dizer ao afirmar: “Não vos conformeis...”? Significa não tomar a forma do mundo, nós não podemos agir como agem todos, precisamos mostrar diferença.

Devemos ser diferentes no meio de iguais, o discípulo de Jesus faz a diferença.

Não é fácil ser um discípulo de Cristo, requer renúncia, comprometimento e dedicação.

Quando falamos de discípulo, queremos enfatizar o aspecto relacional. Não há como fazer discípulos por telefone, via watsap, pelo twitter. Discipulado requer contato, amizade, relacionamento.

É necessário andar com a pessoa, almoçar de quando em quando, tomar café juntos, enfim, conversar sobre diferentes assuntos. Quando Jesus escolheu doze para ser seus discípulos, ele investiu na vida deles. O contato era constante, partilhavam as refeições juntos, caminhavam juntos.

Precisamos aprender a fazer discípulos com o Mestre Jesus Cristo, aliás, é isso que ele quer de nós, que façamos discípulos. Que levemos a sério a vida de discípulo de Cristo, que possamos viver intensamente a vida de discipulado, um discípulo radical.

CLEVERSON PEREIRA DO VALLE
Pastor da Igreja Batista em Vila Natal – Mogi das Cruzes-SP
Bacharel em Teologia pela FTBSP e EST
Pós-graduado em Aconselhamento Bíblico pela FTBC