Ministério Pastoral

O ministério pastoral da IBVN tem como objetivo pastorear o rebanho com amor e abnegação, sendo modelo de vida cristã e familiar. Preza pela pregação expositiva das Sagradas Escrituras e aconselha as vidas por meio da suficiência da Bíblia.

No exercício de suas atividades pastorais, o pastor conta com o apoio direto de sua Equipe Ministerial. Para o exercício das funções ligadas à Presidência da Igreja, é apoiado diretamente pelos demais membros da Diretoria Estatutária (Vice-Presidentes, Secretários e Tesoureiros).

O pastor da igreja coordena todas as áreas da igreja, e é o responsável pelo pastoreio, pelo ensino e pela direção do rebanho. Entre os batistas, o ministério pastoral inclui as funções de bispo (epískopos: supervisor), presbítero (presbíteros: ancião, conselheiro) e pastor (poimén: apascentador). No Novo Testamento, esses títulos são empregados para definir funções distintas do cargo de líder da Igreja; por isso o apóstolo Paulo se dirige aos presbíteros, lembrando-lhes de que eles foram constituídos bispos para apascentarem o rebanho de Deus (Atos 20.28).

Compete, portanto, ao pastor titular a condução da igreja, sempre na busca da vontade de Deus e respeitando o desejo da igreja, manifesto em suas assembleias mensais.

O pastor também dirige a Equipe Ministerial, além de ser membro de todas as comissões da igreja, por conta de sua função como Presidente.

O texto escrito em 1 Pedro 5:2-3 tem orientado esse ministério dizendo:

"Pastoreai o rebanho de Deus que há entre vós, não por constrangimento, mas espontaneamente, como Deus quer; nem por sórdida ganância, mas de boa vontade; nem como dominadores dos que vos foram confiados, antes, tornando-vos modelos do rebanho."

Pr. Cleverson Pereira do Valle